Opera√ß√£o da PCMG resulta em 20 pris√Ķes por extra√ß√£o ilegal de min√©rio

Divulgação PCMG

A opera√ß√£o Cavalo de A√ßo, deflagrada pela Pol√≠cia Civil de Minas Gerais (PCMG) em repress√£o √† extra√ß√£o ilegal de min√©rio, resultou na pris√£o em flagrante de 20 pessoas, bem como na apreens√£o de 15 caminh√Ķes, quatro p√°s carregadeiras, uma escavadeira, uma peneira tipo esteira de minera√ß√£o e outros maquin√°rios pesados utilizados na atividade. A a√ß√£o policial ocorreu na √ļltima quarta-feira (9/6), em Divin√≥polis, Centro-Oeste do estado, Mateus Leme, na Regi√£o Metropolitana, e Ijaci, no Sul de Minas.

Policiais da Delegacia Especializada de Repress√£o a Roubo a Bancos, pertencente ao Departamento Estadual de Investiga√ß√£o de Crimes Contra o Patrim√īnio (Depatri), apuraram que a extra√ß√£o ilegal ocorria diuturnamente e que os envolvidos se desviavam de barreiras policiais.

De acordo com o delegado Jo√£o Prata, as investiga√ß√Ķes apontam para v√°rias empresas que atuavam no esquema sob fachada de atividades l√≠citas. Segundo ele, seriam organiza√ß√Ķes criminosas voltadas √† extra√ß√£o ilegal de minerais, usurpa√ß√£o de bens da uni√£o, sonega√ß√£o fiscal, lavagem de dinheiro e oculta√ß√£o de bens e valores destinados ao enriquecimento il√≠cito. ‚ÄúAs empresas agiam sob a √©gide legal de beneficiamento e reprocessamento de refrat√°rios usados, sucatas met√°licas e esc√≥rias, aproveitando-se do fornecimento de min√©rio de ferro por meio de extra√ß√Ķes il√≠citas‚ÄĚ, conclui.

Em levantamentos policiais, calcula-se que foram extra√≠das e beneficiadas ilegalmente cerca de 750 toneladas de minerais por dia, observado o intenso fluxo de caminh√Ķes durante o monitoramento, causando preju√≠zos ambientais e financeiros por ocasi√£o da sonega√ß√£o fiscal.

As dilig√™ncias continuam no intuito de pormenorizar e individualizar as participa√ß√Ķes de cada envolvido, bem como identificar e qualificar outros, pessoa f√≠sica ou jur√≠dica, integrantes da organiza√ß√£o criminosa.

Com informa√ß√Ķes da Assessoria de Comunica√ß√£o ‚Äď PCMG