100% DE APURAÇÃO DOS CRIMES DE HOMICÍDIO CONSUMADO OCORRIDOS EM JANEIRO EM JUIZ DE FORA

1ª DELEGACIA REGIONAL DE JUIZ DE FORA – imagem divulgação PCMG

COLETIVA REALIZADA HOJE EM JUIZ DE FORA, SOBRE 100% DE APURAÇÃO DOS CRIMES DE HOMICÍDIO CONSUMADO OCORRIDOS EM JANEIRO:

A Polícia Civil apurou os três casos de homicídio consumado ocorridos em Juiz de Fora, em janeiro. Conforme o titular da Delegacia Especializada de Homicídios, Delegado Rodrigo Rolli, dois crimes foram cometidos no Bairro Vila Esperança I, nos dias 06 e 08, e o último foi praticado no dia 10, no Bairro Vila Alpina. “Todos os homicídios de janeiro foram praticados por menores e os quatro menores estão acautelados”, ressaltou.

Segundo a autoridade policial, a motivação dos crimes ocorridos no bairro Vila Esperança I foi a mesma: divergência entre Bairros. “ Uma divergência entre os bairros Vila Esperança I e Vila Esperança II. As vítimas também estariam envolvidas com o tráfico de drogas. No caso do homicídio que vitimou um homem de 30 anos, no dia 08 de janeiro, há o envolvimento de dois jovens, de 15 anos, que já se encontram acautelados”, explicou, complementando que o caso que aconteceu no dia 06 também tem a participação de dois adolescentes. “ De um jovem de 15 anos e de um dos adolescentes que também está envolvido no homicídio consumado do dia 08”, informou.

Durante entrevista coletiva na 1ª Delegacia Regional de Juiz de Fora, realizada nesta quinta-feira (31), a autoridade policial também falou sobre a apuração do homicídio consumado que aconteceu no dia 10 de janeiro. Na ocasião, uma mulher de 48 anos foi encontrada morta no Bairro Vila Alpina. Segundo o Delegado, um jovem de 17 anos já se encontra acautelado. O caso teria como pano de fundo o tráfico de drogas.

Coletiva na 1ª Delegacia Regional de Juiz de Fora – imagem divulgação PCMG

Mais apurações

A Polícia Civil também apurou o homicídio consumado ocorrido em novembro de 2018, quando o corpo de um jovem de 18 anos foi encontrado carbonizado, no Bairro Parque Independência.

De acordo com o titular da Delegacia Especializada de Homicídios, Delegado Rodrigo Rolli, após investigações, dois suspeitos, de 20 e 30 anos, foram presos, ontem (30). A motivação do crime estaria ligada ao tráfico de drogas, já que a vítima não teria efetuado o pagamento dos entorpecentes para os autores.

Os investigados se encontram na unidade prisional, à disposição da Justiça.

Delegado Regional de Juiz de Fora destaca redução do número homicídios

Ainda durante a coletiva, o Delegado Regional de Juiz de Fora, Dr. Armando Avolio Neto, ressaltou que, em janeiro de 2018, foram registrados 12 casos de homicídio consumado na cidade, já neste ano, foram registrados os três mencionados, que estão com 100% de apuração. “ Essa diminuição é fruto de um trabalho conjunto, desenvolvido no ano passado, quando também atuei na Delegacia Especializada de Homicídios (DEH). Retiramos de circulação autores contumazes de todos os bairros”, disse, enfatizando que, neste ano, à frente da Delegacia Regional, vai oferecer ainda mais suporte à DEH para que a equipe continue com os trabalhos que resultaram na redução do número de homicídios na cidade.

Com informações da Assessoria de Comunicação – PCMG – NOTÍCIAS-4DPC